Semana da Amamentação

“O Global Breastfeeding Scorecard, que avaliou 194 nações, descobriu que apenas 40% das crianças menores de seis meses são amamentadas exclusivamente (sem nada além de leite materno) e apenas 23 países têm taxas exclusivas de amamentação acima de 60%. A evidência mostra que a amamentação tem benefícios cognitivos e de saúde para bebês e suas mães. É especialmente crítico durante os primeiros seis meses de vida, ajudando a prevenir a diarréia e a pneumonia, duas principais causas de morte em lactentes. As mães que amamentam têm um risco reduzido de câncer de ovário e mama, duas principais causas de morte entre as mulheres.” World Health Organization

Amamentação é um dos maiores atos de amor de uma mãe.

1 – A amamentação é vista como um gratificante período de criação de laços afetivos entre mãe e fuilho – Is 66:11;

2 – A amamentação requer um comprometimento especial da mãe para com seu filho – Is 49:15 – Ana ficou em casa para amamentar Samuel, enquanto seu marido e sua família realizavam a viagem anual para oferecer sacrifícios ao Senhor – I Sm 1, 22-24.

3 – O desmame da criança – normalmente por volta dos três anos, era uma ocasião de grande celebração, um marco na vida da criança – Gn 21:8. Após o desmame ela deveria receber ensinamentos sobre cultura e leis – Is 28:9.

4 – A amamentação era tida por muitos como um método natural, embora não o único, de controle de natalidade – ver Gomer, Os 2 – porque durante o período pós-parto a amamentação , em geral, inibe a ovulação.

Texto: Lene Souza

P.S.: Toda mãe que amamenta é uma possível doadora.
Procure o Disque Saúde de sua cidade.

Evellis Magazine – Quem lê, cresce!
Pessoas, ideias e atitudes inspiradoras.