Ele endireita a tortura da nossa alma

Os tempos são outros. Gasta-se mais tempo com coisas do que com

pessoas. Valemos por aquilo que aparentamos ser ou pela possibilidade do que poderemos oferecer. Temos que ter o cuidado de ninguém nos convencer que valemos menos que aquilo que Deus pagou: seu próprio

filho!

 

Vivemos num mundo de pessoas deformadas! Sim, deformadas! Cruzamos com tantas pessoas sem ao menos percebermos que por trás do sorriso, do rosto bonito e bem produzido, de um corpo escultural e saudável, há uma pessoa em grande sofrimento e angústia. A dor da alma nem sempre é

visível aos que andam tão ocupados com a sua própria vida. Só vê a dor do outro quem se importa, quem se doa, quem está pronto para ouvir. Saiba Mais!